terça-feira, 3 de maio de 2011

Perguntas e mais perguntas!

Por que me mancha com esse batom?
Por que me permite tocar seu corpo esguio?
Por que me olha nos olhos, se não sabe o que quer?
Por que não me diz com lábios, frases ocultas nos olhos?

O que teme de tão profundo?
O que me faz ser seu ponto fraco?
O que posso fazer a você?
O que não quer fazer em mim?

Tentação de não me ter é superior?
O que deseja quando amanhece ao meu lado?
O que deseja quando anoitece longe de mim?

Quero ver o que passa no amanha?
Pensa como será o amanha?
Sente que ainda deseja algo nosso?

De que vale, cada pedra do caminho?
De que vale o caminho a percorrer?
De que vale o querer?
Tantas respostas e tão poucas perguntas.

Por Sam M. Barros

Um comentário:

Débora disse...

Nossa, que lindo! não sabia que meu primo tinha esse talento!