domingo, 20 de dezembro de 2009

Aquarela

Eu quero pintar
Cada parte tua com cores diferentes
Parecer uma aquarela
E quando eu te usar,
Poderei escolher a cor que mais me agrada
Adaptar tuas mudanças coloridas
Às minhas variações de tom, sempre da mesma cor.

Recolher teus cinzas
Ressaltar teus dourados
Enriquecer o vermelho, que é precioso
É no vermelho que quero estar marcada
Por que simboliza o amor.

Você como minha tela
Puro, e livre para que eu possa
Trabalhar luz e sombra
E completar a beleza que já há
No princípio oco
Um vazio tão frio, dá dor.

Consciente da arte que pratico
No teu incompleto
E ansioso coração
Vou pintando com cuidado
Dando graça e vida
Às várias faces do amor.

10 comentários:

FatoSempalavras. disse...

Olha, é "covardia" sua postar isso hj, ou então, pura fraqueza minha em pleno Domingo - fique com a segunda opção...risos!!!

Encantador.

Vc tem uma habilidade maravilhosa e deliciosa com as palavras!!!

eu AMO tudo que leio vindo de ti e fico tão feliz quando vejo seu blog atualizado!!!

Sucesso? Não, ñ vou lhe desejar isso, pois isso você já tem de sobra!!!

Abraços...Lagos.

Felipe Braga disse...

Ai, Bárbara, adorei.
Não são todas as pessoas que conhecem todas as faces do amor. Há aquelas que nem sabem da existência dessas faces.
Várias epígrafes no teu poema.
Completo, perfeito!
Beijos.

Bárbara Reis disse...

Eu gostei das comparações e da incrível delicadeza.

Mel. disse...

"Vou pintando com cuidado
Dando graça e vida
Às várias faces do amor "


Ah, que bonito... Se a vida é uma tela, uma obra de arte, cada um de nós é o verdadeiro pintor... E o mundo em si é uma exposição. Tão poética essa idéia, não?


Viajei, hahahaha

FatoSempalavras. disse...

Não me contive, voltei aqui, e reli por mais umas 3 vezes....Impressionante a habilidade, o sentimental, tudo...tudo...

Perfeito!!!

Mariana disse...

Que barbaridade mais maravilhosa.
Uma guria tão jovem e com um imenso talento nas palavras.
como foi Bárbaro te descobrir e visitar.

Paulo Tamburro disse...

EXCELENTE, FOI FUNDO, E BELÍSSIMO POEMA.

"Você como minha tela
Puro, e livre para que eu possa
Trabalhar luz e sombra"...


PARABÉNS MESMO!!!

ESTAVA PASSANDO POR AQUI, AGORA NÃO SAIO MAIS.

NA OPORTUNIDADE LHE CONVIDO PARA CONHECER, MEU BLOG DE HUMOR:

"HUMOR EM TEXTO".

É DE GRAÇA(RS).

UM ABRAÇÃO CARIOCA, FIQUE COM DEUS E FELIZ NATAL!!!

Juliana Dias disse...

Amei esse poema. Foi inspirado em alguém? rsrs

Adoreiiii mesmo!

Parabéns!

Marcelo Victorino disse...

Muito bom mais uma vez. MAtou as saudades, depois de tanto tempo sem passar aqui

Reylton_Lennon./ disse...

Barbie, a sua poesia é muito bom,pois os seus versos mesmo que esteja com letras negras mas, tem um poder ou um valor de um arco íris cheio de cores alegria para colorir um sentimento irracional e incomprimido pela razão a qual denominamos de amor.

Encantado!

Reylton Rafael.