quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

É tanto amor que eu nem sei dizer...

E mais uma vez é o amor que se revela a chama da vida!
Sem ele julgamos a vida como algo sem razão de ser, como mais uma banalidade sem explicação.
Com ele tudo ganha cor, até os dias mais tediosos passam a fazer sentido, pois o aguardo é também um afazer dos apaixonados.
Garanto que existem mil e uma formas de amar. Não digo que um amor daqueles que esquenta o sangue e ferve o coração se compara a qualquer outro - pois este é o ápice do sentimento. Mas afirmo com veemência rara que é possível amar coisas sem vida, que é possível amar o que não se pode ver ou tocar, que tudo que cativa, comove ou distrai, também é um tipo de amor.
Quem é que nunca amou sem ser amado e por mais sofrido que fosse, havia uma certa satisfação, uma prova do viver?!
Antes de preocupar-se com a distância, o tempo ou qualquer obstáculo que, não se sabe como e porque, se instalou momentaneamente ou eternamente entre os amados; deve-se verificar a veracidade do amor, pois para amar alguém é recomendável que o amor próprio esteja em alta.
Seria tão fácil viver assim... Ouço risos, choros... Ouço tudo que manifesta dor, saudade, alegria, esperança... Ouço até o silêncio dos que somente pensam enquanto é isso que podem fazer.
Enquanto houver amor, há vida.

7 comentários:

Lindissimo disse...

Lindissimo ._.

FatoSempalavras. disse...

"o aguardo é um afazer dos apaixonados" ( é...melhor aguardar, sonhar, conquistar silenciosamente do que viver no tédio,, na solidão de nós mesmo.)

Sabe, por mais que , às vezes, o bendito amor não seja recíproco, mesmo assim é melhor viver em função dele, viver por ele. pois sem ele é muiiito piior. as almas ficam obscuras, as ruas se tornam mais escuras na madrugada, mesmo que estejam bem iluminadas...

vc olha para o nada e vê uma pessoa que vc tanto deseja lhe pedindo a mão,mas senão tiver todo o amor necessário para ceder, será desnecessário sorrir, pois, certamente, irá sofrer.

Enquanto houver Bárbara perto de mim, me sentirei vivo. Me sentirtei útil.

Incontáveis e apertados abraços.


"amo tanto e te tanto amar..."(Chico Buarque - Tanto Amar)

Luiza disse...

Acho que é aí que pecamos: para amar, é preciso que o amor próprio esteja em alta. Por vezes me pus tão pra baixo que fui incapaz de me amar.

Bárbara Reis disse...

Não acho que amor vida sejam mutuamente inclusivos ou excludentes. Acho,sim,que o amor move grandes montanhas,que é capaz de fazer surgir grandes ideias. Mas não falo só do amor dos enamorados,mas do amor pela filosofia,música,natureza,literatura,pela vida! Aí sim,vida e amor se juntam.

Bárbara disse...

Mas era disso que eu estava querendo dizer e ao meu ver, disse. Amor no modo mais abrangente possível, simplesmente e puramente amor.

Lorena disse...

"consideramos justa toda forma de amor", mais ou menos isso, né?
o amor é a essência da vida, seja ele qual for, amor de pai, mãe, irmão, amigo, namorados... não existe felicidade sem amor, não exsite vida sem felicidade.

Marcelo Victorino disse...

Eu, como um romântico que sou, não posso deixar de concordar.